Facebook passa Google e Yahoo como site mais acessado

Home da rede social Facebook: mais popular que o Google e o YahooMais uma para história de sucesso de Mark Zuckerberg e sua tropa. Pela primeira vez em um bom tempo, alguém bateu a hegemonia dos buscadores como site mais acessado do ano. Em 2010, o site de rede social Facebook, segundo sondagem da empresa de audiência Experian Hitwise, ultrapassou o buscador Google e o site de e-mails do Yahoo, nos Estados Unidos. Pouco tempo depois de a empresa ter arrecadado US$ 500 milhões do banco de investimento Goldman Sachs e de um investidor russo e do aumento de sua valorização para US$ 50 bilhões, o site de redes social de Zuckerberg prova que muito ainda virá por aí. Além do site mais acessado do ano, o Facebook também esteve no topo dos termos mais buscados, pelo segundo ano consecutivo, agora em âmbito mundial, também conforme análise da Experian Hitwise. Isso mostra o desejo de experimentação dos usuários aliado aos recursos empolgantes disponilizados pelo site Facebook e ao jogo psicossocial a que todo esse contexto motiva. Vejamos cenas dos próximos capítulos – além de participarmos delas.

A notícia rodou o mundo. O site de rede social Facebook bateu os grandes buscadores em número de acessos em 2010. A empresa de análise de audiência online, Experian Hitwise, investigou os dados e detectou esse marco da história do maior site de redes social do mundo. Os acessos foram analisados considerando o território estadunidense, entre os meses de janeiro e novembro de 2010.

Mas quem disse que as buscas online perderam seu poder? Os sites de rede social também podem ser vistos pelo grande poder de busca que proporcionam a seus associados. As buscas por pessoas e pelo que elas estão fazendo também compõem parte da dinâmica de uma rede social da Internet. É importante verificar que os sistemas de busca talvez sejam a principal ferramenta utilizada pelas pessoas que acessam sites na Internet. Visto isso, há de se compreender qual é o recurso imprescindível de qualquer ambiente on-line, recurso este que não pode ter baixa qualidade, já que é enxergado como um dos motores mais utilizados pelos usuários on-line. Há quem ache que as buscas vão retirar os acessos do site, diminuir a navegação entre as páginas e desvalorizar o trabalho de conteúdo produzido especialmente para aquele ambiente. Em uma visão míope, as buscas podem sim gerar esse efeito; contudo, em uma visão mais acurada, ganha-se em usabilidade, navegabilidade, acessibilidade e em outras vantagens pouco mensuradas, como conforto dos usuários e simpatia, o que gera neles melhor experiência de uso sobre o site e, provavelemente, seu retorno. Ou seja, o que era medo de perder audiência, na verdade se transforma em aperfeiçoamento do site, melhor utilização desse site e retorno dos usuários, o que traz mais acessos. Assim, vacilar com essa ferramenta é desconsiderar o comportamento da maioria dos usuários da Internet e acabar os perdendo.
.

W. Gabriel de Oliveira - Blog EmediataW. Gabriel de Oliveira (@wgabriel1) é professor de Marketing Digital, analista de estratégias Web e pesquisador. Mantém o blog wgabriel.net, onde comenta sobre internet e marketing.

Deixe uma mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s