E assim nasce o e-mediata!

Há algum tempo (não muito), recebi um suplemento na revista Meio & Mensagem do Prêmio Top of Mind Internet. O título era: “Conheça as marcas que não saem da cabeça do internauta 2010”. Nele há um panorama da Internet no nosso país, onde se constatou que mais da metade da população brasileira está na web. A região que está em primeiro lugar em acesso à Internet é (sem surpresas) a Sudeste, com 46% da sua população – seguida da região Nordeste, com 24%.

A frase em negrito acima trouxe à tona uma pergunta que me incomoda há anos: como é que atualmente ainda tem muitas empresas (entenda muitas como muitas mesmo) que não acreditam no poder e no alcance da Internet e acabam deixando-a de fora dos seus investimentos publicitários? Conversando ontem com uma colega em um evento comemorativo ao dia do Mídia (sim, ainda aceito os parabéns atrasado!), ela me trouxe a informação que a América Latina lidera o crescimento da Internet (cerca de 23%). Esse é só um dado dos milhões que temos disponíveis demonstrando os altos índices de crescimento do meio digital. Disponíveis onde? Na própria Internet, claro. Coloca lá no Google: “dados de crescimento da Internet” e vê a quantidade de resultados. Mas não precisa olhar os mais de 965.000 resultados.

Voltando ao suplemento… Logo na primeira reportagem, o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, reafirma uma característica da Internet desafiadora às estratégias de negócios e comunicação das empresas. “O meio é muito dinâmico, muito mais sensível a variações. Isso exige das companhias criatividade, inteligência e presença constante, para não perder espaço para seu concorrente. Enquanto a mídia offline pode ser considerada uma construtora de marca, a Internet é essencial não apenas para construir, mas principalmente para manter o espaço conquistado”. Meu sonho (não só meu, tenho certeza disso) é que todos os clientes tivessem essa consciência de complementaridade da Internet. Sou adepta ao “por que não?”, sabe? Por que não investir em uma mídia que só cresce e demonstra isso (tanto em audiência quanto em possibilidade de trabalho)? Não peço muito, bastam cinco razões embasadas. Não conseguiu? Tudo bem, que sejam três. Não? Uma, então?!

Bom, é para discutir esses (dentre outros vários assuntos que envolvem o universo digital) que começo a escrever esse blog. Citando o que virá por aqui: leitura especializada (dicas de livros, sites, blogs), campanhas onlines, eventos, marketing viral, mídias e redes sociais (SMO, SMM…), ferramentas ligadas à mecanismos de buscas (como o SEO e o SEM)… Acreditem, a lista é grande.

Oi, sou Nayane Monteiro, mídia de uma agência offline de Fortaleza-Ce. Meus (ou melhor, nossos) interesses? Marketing digital, publicidade online e mídias sociais. Seja muito bem-vindo ao e-mediata!

Deixe uma mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s